- Publicidade -
Política

Helton Renê lamenta decisão da Justiça sobre gratuidade nos estacionamentos da PB

Em um dos trechos da publicação, Helton destacou que em outros estados em que a matéria foi discutida, o desfecho foi o mesmo

O Secretário de Defesa do Consumidor de João Pessoa, Helton Renê lamentou em seu Instagram, a decisão da Justiça que alegou inconstitucionalidade na lei que dispensa pagamento em estacionamentos de shoppings e comércios da Paraíba.

- Continua depois da publicidade -

“Justiça foi rápida! Independentemente de inconstitucionalidade ou não, a sociedade consumerista poderia ter tido um pouco de sutileza por parte dos peticionantes. Faria bem à alma das pessoas, com certeza!!
Mais que isso, creio que a sociedade tem dado recados contundentes ao empresariado de forma geral. Há algumas semanas, a Câmara de João Pessoa também deu sinais sobre a gratuidade de estacionamentos, mas foi abreviado o objetivo dos vereadores. Recados que não devem ser ignorados sob a pena de se perder a presença do consumidor nos corredores de suas lojas”, afirmou.

Em um dos trechos da publicação, Helton destacou que em outros estados em que a matéria foi discutida, o desfecho foi o mesmo e questiona qual a dificuldade dos empresários ‘presentearem’ os consumidores com os 20 minutos de estacionamento gratuito.

“Tecnicamente, a inconstitucionalidade em situações como a que foi apresentada foi fato, inclusive em outros Estados em que se discutiu essa matéria, o desfecho foi semelhante, porém a boa Política, aquela que se fala com “P” maiúsculo ficou para trás, não pela destreza dos advogados e solução apresentada, até de forma fácil, devido às circunstâncias e capacidade profissional dos mesmos, mas pela falta de visão, data venia, dos empresários do ramo. O que custaria “presentear” os consumidores com míseros 20 minutos de tolerância? Isso traria algum prejuízo de ordem maior? E quanto ao limite de 10 vezes, no mínimo de compras no valor do pagamento do estacionamento? Será que isso seria realmente uma perda de receita, ou não seria uma oportunidade para atrair consumidores para adquirirem mais produtos e serviços ao ponto de se buscar sempre essa gratuidade? Será que não seria uma forma de estímulo ao consumo nesses grandes momentos de crise?”, questionou.

Para ele, a proposta seria uma oportunidade para atrair mais clientes, o que ajudaria na economia que enfrenta momentos de crise. “Defendo que o empresário deveria ter uma visão mais ampla e abraçar o consumidor para que ambos, em momentos de crises, possam crescer juntos e venham cumprir a máxima popular: “Na dificuldade, crie oportunidade!”, destacou.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar