Guarda Civil de João Pessoa tem uma mulher como subcomandante

A Prefeitura de João Pessoa valoriza o papel da mulher sendo protagonista na profissão e um dos exemplos disto é a nomeação de uma Subcomandante para a Guarda Civil do Município, fato inédito na instituição.

Surama Oliveira é natural de Campina Grande, tem 44 anos de idade, é mãe de dois filhos e faz parte da Guarda Civil Metropolitana (GCM) de João Pessoa desde de 2014. Ela é a primeira mulher guarda do estado da Paraíba a se especializar em Segurança Pública, formada pelo Centro de Ensino da Polícia Militar. Atuou em diversos postos da Prefeitura, no patrulhamento da orla, na Ciclo Patrulha e no policiamento preventivo da Capital.

Há dois anos foi indicada pelo prefeito Cícero Lucena para assumir a função de Subcomandante da Guarda de João Pessoa, se tornando a primeira mulher a exercer um cargo de alto comando na instituição, comprovando a valorização feminina e a ruptura de padrões no quesito Segurança Pública.

“Estar subcomandante é uma honra. Estar no segundo cargo da alta hierarquia, apesar de desafiador por ser mulher numa profissão predominante ocupada por homens, é um orgulho. O fato de ter lutado, me qualificado e galgado o meu espaço, me faz sentir ainda mais motivada a seguir avançando, me esforçando para executar meu trabalho com maestria e honrar a confiança em mim depositada por irmãos de farda e a gestão do prefeito Cícero Lucena, que me presenteou com essa linda oportunidade: servir como mulher num cargo jamais ocupado em mais de três décadas de instituição” disse Surama Oliveira, subcomandante da Guarda Civil de João Pessoa.

Sobre o legado que pretende deixar na Guarda, a subcomandante que é atleta amadora, com pódios nas modalidades de Corrida de Rua, Aquathlon e Natação, destaca a humanização do trato com os servidores e o foco na qualidade de vida com os projetos voltados para a saúde física e mental dos guardas.

“Essa missão honrosa, me oportuniza olhar mais profundamente para o lado humano dos colegas e lutar pelo cuidado com quem serve, para que possam estar bem no seu servir e também no seu dia-a-dia, criando a consciência do autocuidado em cada um deles. Sou adepta do esporte e qualidade de vida, foi pensando assim que criamos o projeto GCM Saudável, trazendo promoção de saúde física e mental e o autocuidado institucional. Realizamos também a primeira Corrida Solidaria da Guarda, criando mais um marco histórico para a instituição” completou Surama.