Grupo que saqueou supermercado em JP pede desculpas e diz que ação foi motivada pela fome

Um grupo de moradores de uma ocupação localizada no bairro Cidade Verde, em João Pessoa, assumiu a autoria do saque realizado na noite do último sábado (30) ao supermercado Big Nordeste, no mesmo bairro.

De acordo com informações repassadas ao ParlamentoPB pelo coronel Barros, comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM), a ação foi praticada por cerca de 20 pessoas, que realizaram o furto com os rostos cobertos.

O grupo, que contou também com a participação de crianças, levou alimentos e produtos de higiene pessoal. Em vídeo, os envolvidos pedem desculpas pelo furto e afirmam que ação foi motivada pela fome.

“O governo não tem auxiliado a nós e viemos aqui pedir perdão pelo acontecido no mercadinho. Não foi nossa intenção avacalhar nem desmoralizar ninguém. Essas pessoas que estão aqui pegaram leite e alimento para suas crianças. Mas teve outras pessoas que pegaram bebidas, mas a gente estava em situação emergencial e viemos esclarecer isso. Pedimos perdão ao dono do mercadinho e a todos”, diz um homem que gravou o vídeo.

“A gente está falando pela gente e pede perdão”, destacou uma das moradoras da ocupação Sonho Verde.

Gleyson Melo, representante do Movimento de Trabalhadores e Trabalhadoras por Direitos, garantiu a autenticidade do vídeo e confirmou o pedido de desculpas do grupo. Ainda conforme ele, a entidade tem mantido reuniões – por videoconferência – com o Ministério Público Federal (MPF) da Paraíba para buscar cestas básicas e material de higiene pessoal para os moradores em situação de vulnerabilidade social.

“Eles têm fome e precisam manter a higiene durante o período de isolamento social por causa do coronavírus. Isso é urgente. Há famílias cujas moradias apresentam problemas estruturais e que têm sofrido muito nesta época, especialmente quando chove. Mas todos passam pelo drama da fome e da carência de produtos de higiene”, disse ele ao Parlamento PB.

Assista:

Comente