Publicidade
Cotidiano

Grupo de idosas de bairro nobre quer proibir deficientes de irem à praia

Informação foi confirmada pela vereadora Helena Holanda; grupo buscou a CMJP para solicitar restrição de deficientes na região

Cinco idosas residentes bairro Cabo Branco querem que pessoas com deficiência deixem de frequentar a praia. De acordo com a denúncia da vereadora Helena Holanda (PP), houve uma solicitação feita pelas senhoras na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), na quarta-feira (21).

- Continua depois da publicidade -

Conforme a parlamentar, o grupo foi até ela para solicitar a restrição da presença de pessoas com deficiência na orla da capital. Helena é uma das incentivadoras do projeto Acesso Cidadão, que leva deficientes para praia e ao mar todas as semanas.

“As idosas me procuraram, em tom de intimação, para que eu mudasse o local do projeto porque estava incomodando, segundo elas, as pessoas ilustres que residem no local, ainda tiveram a ousadia de dizer essa aberração. Eu não respondi à altura porque são pessoas idosas e eu devo receber as demandas e executar se puder e achar necessário. Essa eu jamais executarei. Pelo contrário, o projeto vai permanecer lá e será ampliado”, explicou Helena Holanda.

Depois do pedido, o programa Acesso Cidadão será ampliado ainda mais, destacou a vereadora.

O projeto é uma parceria da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria de Planejamento (Seplan), com a Fundação Casa José Américo; a ONG Assessoria e Consultoria para Inclusão Social; e a Fundação Centro Integrado de Apoio ao Portador de Deficiência (Funad).

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. Meu Deus! Nunca vi coisa mais desumana!
    Essas senhoras FÚTEIS e INÚTEIS a vereadora não precisava ter respeitado pela sua idade. Quem não respeita não merece respeito! Viveram, mas ainda não aprenderam nada…
    A sugestão é:
    Ao invés de querer impedir o deficiente de ir e vir (direito constitucional), quem sabe para ocupar suas MENTES DIABÓLICAS e DESOCUPADAS se agregam ao projeto da vereadora pra ajudar. Tenho certeza que se tornariam pessoas melhores.
    Poxa! Isso é não ter o mínimo de empatia pelo semelhante!
    Tenho asco de pessoas prepotentes que se acham melhores por ter melhor e maior situação financeira. Pior que são tão ignorantes a ponto de não perceber que o seu espírito é paupérrimo. Ainda não se flagraram que seu dinheiro apenas pagará uma alça de caixão melhor. Tão somente isso! Quer queira, quer não, na morte se igualarão a todos nós.
    Indignada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar