Publicidade
Cotidiano

Governo assume Hospital Geral de Taperoá e nega fechamento da unidade

Fake news daria conta de que o hospital iria fechar; deputado estadual chegou a compartilhar manifestação baseado em informação falsa

Representantes da Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba (SES-PB) estiveram no Hospital Geral de Taperoá nesta terça-feira (16) para avaliar a unidade. Ela passou para a gestão direta do Governo da Paraíba, de forma transitória e excepcional, visando a manutenção do serviço em razão da sua essencialidade, tendo em vista que a Organização Social (OS) que geria o hospital está sem contrato com o Governo do Estado.

- Continua depois da publicidade -

O secretário executivo de Gestão de Unidades de Saúde, Geraldo Antônio, liderou a visita e afirmou que “nunca existiu, por parte do Governo, a intenção de fechar o hospital. Estamos avaliando as possibilidades de ampliar serviços para a região”. Ainda de acordo com a SES-PB, o hospital já está abastecido e preparado para atender as urgências da população durante o feriado da Semana Santa.

Fonte: Assessoria da Secretaria Estadual de Saúde da PB

Entenda

Conforme apurou o Paraíba Já, problemas na unidade hospitalar ocorreram por conta da Organização Social que geria o hospital, a Gerir. Foi realizado um novo chamamento, porém, a empresa não conseguiu fechar o contrato com o Governo do Estado por não apresentar as certidões negativas de débito. Paralelamente a isto, a mesma ficou com as contas bloqueadas por questões referentes a ações trabalhistas em outros estados.

Por conta dos problemas, disseminou-se a informação falsa de que o hospital iria fechar e está marcado para hoje, às 8h30, na rodoviária de Taperoá, uma manifestação para prevenir um eventual fechamento do Hospital Geral do município. O evento está sendo organizado e ecoado por figuras importantes, a exemplo do Cabo Gilberto (PSL).

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar