- Publicidade -
Cotidiano

Gestão Romero impõe ‘censura’ a diretoras e impede contato com fornecedores da PMCG

Temendo complicações na Operação Famintos, gerente de apoio ao estudante da Seduc expediu ofício 'censurando' diretoras

Temendo os desdobramentos e complicações referentes as investigações da Operação Famintos, o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), impôs uma censura às diretoras de escolas municipais. De acordo com o Ofício Circular 003/SEDUC/2019, datado do dia 29 de julho, cada diretora escolar está proibida de manter qualquer contato com qualquer fornecedor da Prefeitura campinense.

- Continua depois da publicidade -

“Gostaríamos de informar que devido aos últimos acontecimentos, orientamos que (diretoras) não entrem em contato de forma alguma com os fornecedores da merenda escolar de 2019”, diz trecho do oficio assinado por Ana Wery Carvalho de Paula, gerente de apoio ao estudante da Secretaria de Educação.

+ Operação da PF prende 14 em CG e MPF aponta contratação de “fachadas” por gestão Romero

Confira ofício que ‘censura’ diretoras

Este conteúdo foi enviado para o Paraíba Já. A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Educação de Campina Grande para confirmar o teor do documento e comentar sobre o caso, mas as ligações não foram atendidas até às 13h45 desta sexta-feira (2).

Comente

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar