Gestão Cartaxo fica ao lado das empresas de ônibus e defende manutenção do aumento das passagens

O presidente do PSOL na Paraíba, Tárcio Teixeira, emitiu uma nota nesta terça-feira (11), onde classifica como “vergonha” a resposta do prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo (PV) sobre o processo que pede a suspensão do aumento das passagens de ônibus da Capital. O valor passou de R$ 3,95 para R$ 4,15 no fim do mês passado.

De acordo com Tárcio, a resposta do prefeito não apresenta diálogo ou transparência, mas defende o direito das concessionárias, com a justificativa de manterem o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos de concessão firmados com o município.

Ele ainda destaca que Cartaxo não conseguiu contradizer os argumentos feitos pelo Diretório Municipal do partido e classifica o método utilizado pelo prefeito como “nada democrático”.

No documento, a Prefeitura de João Pessoa solicita o indeferimento da medida liminar e justifica falta de fundamento e “a impossibilidade legal de concessão de medida liminar que acarrete efeitos irreversíveis.”

Confira nota na íntegra:

Cartaxo, Contra o Povo e ao Lado dos Barões do Transporte

Uma vergonha a resposta de Cartaxo em nosso processo pela suspensão do decreto do prefeito que aumenta as passagens na Capital sem o mínimo de diálogo ou transparência, mas defende as empresas que se posiciona sobre o fato.

Estamos ansiosos e animados com a possibilidade de vitória, até mesmo porque nossos argumentos não foram contraditos por Cartaxo, ao contrário, ele reafirma, mas achado correto esse método nada democrático.

Tárcio Teixeira
Presidente do PSOL/PB

Comente