Gervásio descarta votação para aumento salarial de deputados e diz que futura Mesa deve ser eclética

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) e deputado federal eleito, Gervásio Maia (PSB), defendeu nesta terça-feira (6), a PEC apresentada pelo deputado estadual Ricardo Barbosa (PSB), aprovada na semana passada que impossibilita a eleição por antecipação de duas Mesas Diretoras da Casa. A PEC teve aprovação quase que unânime, com exceção do líder do Governo, deputado Hervázio Bezerra (PSB).

Para Gervasinho, a alternância do poder é um critério que deve ser respeitado e que é a favor da PEC.

Publicidade
ALPB

“A Assembleia precisa estabelecer sempre critérios para garantir a alternância de poder. Observe que fizemos duas chapas inserindo pessoas das bancadas de situação e oposição, formando um mesa eclética. A centralização de poder traz um atraso gigantesco no Poder Legislativo. Então, alternância é importante e para que se tenha alternância, não se pode ter, evidentemente, reeleição. Eu sou contra a reeleição e plenamente a favor de uma composição eclética para a Mesa”, explicou.

O deputado ainda comentou sobre a sucessão da Mesa. Ele disse que não vai interferir nas eleições da próxima legislatura, pois não fará mais parte do parlamento estadual, sendo eleito para compor a Câmara Federal.

“Tenho pouco o que analisar. Não tenho mais voto, estou indo embora, já estou preparando minhas malas para exercer esse novo momento de minha vida. Momento esse que aumentou muito a minha responsabilidade, junto ao povo paraibano. Com relação a essas questões do futuro da Casa; definições, composições, penso que tem que ser encaminhado aos que se elegeram para representar o povo paraibano”, disse.

O deputado também foi questionado acerca da matéria em relação ao aumento dos salários dos parlamentares. Gervásio foi incisivo.

“Essa matéria não esteve em pauta e não está em pauta”, finalizou.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]