Geraldo comenta sobre motivação para entrar na política: “gosto de desafios”

No F5, o ex-secretário disse que a carência de uma bancada na Câmara que defenda os interesses da Saúde no Brasil foi um das razões para tentar a carreira política

O ex-secretário de Estado da Saúde e pré-candidato a uma vaga na Câmara Federal Geraldo Medeiros foi o entrevistado do programa F5, da 89 Rádio Pop, desta terça-feira (19), e revelou os seus motivos para sair da área administrativa e entrar para a política. 

A carência de uma bancada na Câmara Federal que defenda os interesses da Saúde no Brasil foi um dos motivos relatados por Geraldo.

“Já enfrentei vários desafios, e após um convite do governador João Azevêdo, nós aceitamos mais um, que é entrar para a política. Aceitamos em função de, ao longo desses três anos e três meses, nós observamos no Conselho Nacional de Secretários de Saúde essa carência na Câmara Federal de uma bancada que lutasse pela Saúde no Brasil”, disse.

Geraldo Medeiros disse que muitas pessoas o aconselharam a não entrar na política, por ser um “terreno arenoso”, porém o ex-secretário disse que tem coragem para enfrentar os desafios que fazem parte da vida de um político.

“Existe essa cultura nossa nacional que qualquer manifestação que você se limite no sentido de exercer a atividade política, a maioria das pessoas aconselham a não entrar porque é um terreno arenoso, mas nós sempre tivemos essa coragem para desafios”, explicou.

Assista: