Funcionário da prefeitura de Rio Tinto é preso por suspeita de pedofilia

Servidor já responde processo por crime de estupro. Com ele, foi encontrado um aparelho celular, com diversos conteúdos pornográficos

Um funcionário público da Prefeitura Municipal de Rio Tinto, foi preso pela Polícia Civil, após indícios de envolvimento com a prática de pedofilia, nesta segunda-feira (6). O caso foi registrado na Delegacia de Atendimento à Mulher da cidade Mamanguape (PB).

De acordo com a Polícia Civil ele já responde processo por crime de estupro. Com ele, foi encontrado um aparelho celular, com diversos conteúdos pornográficos envolvendo crianças e adolescentes.

Segundo informações da delegada Cristiane Medeiros, o preso possui 37 anos de idade e é funcionário da Prefeitura Municipal de Rio Tinto (PB). Ele foi denunciado e localizado no interior de um imóvel na cidade de Mamamguape, durante diligências feitas pela Polícia Civil.

O homem foi atuado com base no Artigo 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente. A legislação prevê pena de 1 a 4 anos de prisão para quem armazena conteúdo pornográfico envolvendo criança ou adolescente.

Ainda de acordo com a delegada, o homem é suspeito de integrar uma rede de pedofilia e chegou até a ser alvo de investigações por parte da Polícia Federal. Ele já responde a um processo criminal por crime de estupro de vulnerável. Segundo informações da Polícia Civil, o homem foi denunciado por ter estuprado uma criança, que seria filha de uma ex-namorada dele.

“Ele já responde a crime de mesma natureza na comarca de Rio Tinto, razão pela qual teve sua fiança negada, por conta dos evidentes requisitos para a prisão preventiva que foi representada ao Poder Judiciário”, afirmou a delegada.

 

Comente