FPF tenta adiar jogos de Campinense e Bota para organizar calendário do Paraibano

As classificações de Campinense e Botafogo-PB na Copa do Nordeste e Copa do Brasil, respectivamente, estão trazendo uma dor de cabeça para a Federação Paraibana de Futebol (FPF). A entidade já não tem mais datas para encerrar o Campeonato Paraibano dentro do prazo prometido à CBF, antes do início da Série C. Assim, o presidente Amadeu Rodrigues tenta convencer a entidade nacional a reprogramar jogos dos dois times na Copa do Brasil e até mesmo na Terceirona.

“Vamos tentar um acordo na CBF para adiar o jogo Cruzeiro x Campinense para depois do Campeonato Paraibano. E, quem sabe, adiar a estreia do Botafogo na Série C, marcada para o dia 22, contra o Salgueiro. Sei que é difícil, mas estamos em linha direta com a CBF tentando encontrar datas”, explicou o presidente Amadeu Rodrigues, da FPF.

Como o Campinense joga as finais da Copa do Nordeste nesta quarta-feira (27) e no próximo domingo (1º de maio), e enfrenta o Cruzeiro na outra quinta-feira (5), as semifinais do Paraibano só poderiam começar no dia 8 de maio. A partir daí, seriam necessárias mais três datas para a conclusão do campeonato – que seriam 11, 15 e 18 de maio. O problema é que a tabela da Copa do Brasil reservas as datas de 11 e 18 para o jogo do Botafogo-PB na segunda fase, contra Goiás ou River. E a situação ainda pode piorar caso o Campinense também avance.

“É claro que torcemos pelo sucesso dos times paraibanos. Mas o calendário é um problema. Ainda mais porque tínhamos uma solicitação feita à CBF para programar os jogos de Botafogo-PB e Campinense na Copa do Brasil para as mesmas datas, abrindo espaço para o Paraibano. Infelizmente, não foi isso que aconteceu. Agora vamos tentar convencer a CBF a adiar algum jogo e encerrar o Estadual antes da Série C”, frisou Amadeu.

Na tarde desta terça-feira, a FPF se reúne com dirigentes dos quatro times finalistas do Paraibano para definir a tabela das semifinais e das finais. Como Botafogo-PB e CSP decidem em João Pessoa, a Federação terá que quebrar ainda mais a cabeça para conciliar o interesse de todos – lembrando que a classificação geral do campeonato vai definir qual time entra com vantagem na grande decisão. As informações são do Globoesporte.

Comente