‘Flurona’: Ceará confirma três casos de infecção por influenza e covid-19

O Ceará registrou pelo menos três casos de “flurona”, uma rara infecção dupla por gripe e covid-19. Os pacientes, residentes de Fortaleza, eram duas crianças de um ano e um homem de 52 anos.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Ceará, os dois bebês ficaram internados em um hospital particular, mas não tiveram agravamento do quadro clínico e já receberam alta. O adulto, estava com o esquema vacinal completo, e não precisou de internação.

“A Sesa não recebeu informação sobre sequenciamento genômico destes casos de Covid-19. Já as subtipagens da Influenza detectaram o tipo H3N2”, diz a nota da pasta.

A doença ficou conhecida após Israel detectar o primeiro caso na última semana. A condição foi apelidada como “flurona” pela imprensa do país – uma mistura das palavras “flu” (“gripe”, em inglês) e “corona” (de “coronavírus”).

Mas o quadro, apesar de preocupante, não é novidade. De acordo com Raquel Muarrek, infectologista da Rede D’Or, esse tipo de infecção não é exceção.

“A pessoa pode estar saindo de um quadro e entrar no outro já em seguida, testando positivo para os dois patógenos por um período de tempo”, explica.

Apesar das recentes notificações, é importante ressaltar que não há dados consistentes para afirmar que esse tipo de infecção combinada está aumentando ou seja motivo de preocupação. “No Brasil, especificamente, ainda temos uma defasagem de dados oficiais, portanto, não conseguimos dizer ao certo quantas pessoas estão de fato doentes”, lamenta Muarrek.

Do Uol.