Felipe Neto e Whindersson Nunes prometem ajudar menina estuprada pelo tio

Youtuber Felipe Neto disse que gostaria de ajudar a vítima pagando seus estudos até a maioridade e Whindersson Nunes ofereceu apoio psicológico

Os youtubers Felipe Neto e Whindersson Nunes usaram as redes sociais neste domingo, 16, para oferecer ajuda para a menina de 10 anos de idade que foi estuprada pelo tio no Espírito Santo, ficou grávida e teve o aborto liberado pela justiça. O suspeito pelo crime tem 33 anos e está foragido desde a notificação do caso, que se tornou público depois que a menina deu entrada no Hospital Roberto Silvares, em São Mateus, se sentindo mal.
Enfermeiros perceberam que a garota estava com a barriga estufada, pediram exames e
detectaram que ela estava grávida de cerca de três meses.
Em conversa com médicos e com a tia que a acompanhava, a criança relatou que o tio a estuprava desde os seis anos. Ela disse que não havia contado aos familiares porque tinha medo, pois ele a ameaçava. Ele já teve passagens pelo sistema prisional capixaba e ficou detido por quase sete anos, entre maio de 2011 e março de 2018, por tráfico de drogas.
Mostrando indignação, o empresário Felipe Neto disse que ficou perturbado com a notícia e que gostaria de ajudar a vítima pagando seus estudos até a maioridade. Whindersson Nunes, que sempre fala sobre problemas que depressão que já teve na vida, ofereceu apoio psicológico.
“Alguém da família, por favor, entre em contato pelo email da minha bio (link na descrição da biografia). Eu me disponho a arcar com todos os custos de educação dela até o fim da faculdade. Num mundo de injustiças e desigualdades, que ela possa receber a melhor arma possível”, declarou Felipe Neto.
O youtuber também disse que não consegue contato com a família da menina e pediu ajuda dos internautas. “Eu não tenho ideia de como contactar a família. Se tivesse, não twittaria. Preciso que eles entrem em contato”, concluiu.
Whindersson Nunes ironizou as pessoas que são cristãs e que defendiam que a menina tivesse o bebê aos 10 anos de idade, fruto de um estupro. “A Terra devia estar em paz com tantos ‘Jesus’ nas redes sociais, tantos imaculados. Me preocupa o tanto de atrocidades que essa criança vai ouvir no decorrer da vida. Alguém da família entre em contato, quero ajudar com toda assistência psicológica até os 18 anos”, prometeu.
Para o humorista, quem foi contra o aborto legal da garota está fora da realidade. “Querem julgar todo assunto igual na idade média, na base da fantasia. Querem julgar todo tipo de situação que nem uma época medieval. Meus amigos, uma criança de 10 anos grávida não é um milagre de Deus, é um crime, para de ser maluco!”, afirmou.
Whindersson deu um recado para os internautas cristãos que o seguem: “E a todos os evangélicos e católicos que me seguem, gente, dá pra adorar a Deus e ter noção das coisas da vida, uma criança de 10 anos grávida quer dizer que toda a sociedade ao redor dela falhou e precisa rever muito seus conceitos, não caiam em papo de lunático”, aconselhou.
Do Correio Braziliense

Comente