Publicidade
Política

Farra das diárias: empresas não confirmam presença de vereadores de Conde e Santa Rita em eventos

Inam e Qualificar prestaram esclarecimentos; hotel de Natal alugado pela maioria das organizadoras não confirmou hospedagens

Após a publicação de reportagens – que integram a série “Pra onde foi a grana?” – feitas pelo Paraíba Já revelar indícios de um suposto esquema no qual vereadores de Conde e Santa Rita realizam supostos cursos e eventos em hotéis de luxo das orlas de capitais nordestinas, com as diárias sendo pagas pelas câmaras municipais, buscamos contato com as empresas organizadoras para saber mais detalhes sobre os eventos e confirmar a presença dos parlamentares nas atividades.

- Continua depois da publicidade -

+ Farra das diárias: vereadores recebem para irem a eventos em Natal, mas ficam em Conde

De acordo com o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), cinco empresas prestaram os serviços de capacitação para os vereadores em 2018: Ibc Treinamentos, de Aracaju/SE; Inam – Instituto De Assessoria Aos Municípios, de Recife/PE; Litec – Litoral Eventos E Cursos; Icap – Instituto De Capacitação De Agentes Públicos e Futura Cursos E Consultoria Ltda, de Aracaju/SE; Qualificar – Capacitação E Treinamento, de Belo Horizonte/MG.

Inam

Em contato com a Inam, a empresa informou que não poderia confirmar se os vereadores realmente participaram das atividades realizadas por ela, pois se tratava de uma informação confidencial entre cliente e prestador de serviço. O Paraíba Já confirmou, inclusive, que após reembolsarem diárias para cursos em Natal, um janeiro e outro em fevereiro, dois vereadores de Conde sequer saíram da cidade para a realização dos eventos.

O Hotel Praia Mar Express, que alugou espaços para a realização dos cursos, revelou que não poderia divulgar os nomes das pessoas que se hospedaram no empreendimento durante os dias que os eventos supostamente aconteceram. Entretanto, em contato com o setor de eventos do hotel, a atendente confirmou que os cursos de fato aconteceram nos dias que foram apontados pelos empenhos, mas que não iriam entrar em mais detalhes pela confidencialidade “cliente/empresa”.

Qualificar

A Qualificar informou que as declarações só são emitidas para os vereadores e gestores públicos se eles comparecerem presencialmente aos cursos. Porém, admitiu que em um evento de quatro dias, por exemplo, se o gestor for apenas a um dia, ele recebe o certificado mesmo assim, com uma notificação sobre a carga horária cumprida.

Litec

A Litec – Litoral Eventos E Cursos, por sua vez, não existe mais. De acordo com dados da Receita Federal, ela foi ‘baixada’, ou seja, encerrada sem mais ter obrigações ou débitos. A extinção da empresa aconteceu poucos meses depois do último curso ofertado pela marca, que contou com a presença dos vereadores de Conde.

IBC

A IBC não possui site ou informações que permitam o contato com a empresa, o que suscita o questionamento de como os vereadores tomam conhecimento dos cursos.

Confira as outras reportagens da série “Pra onde foi a grana?”:

+ Cursos em hotéis de luxo na orla marítima de capitais nordestinas viram moda entre vereadores da Grande JP
+ Santa Rita e Conde são as Câmaras que mais gastaram com cursos para vereadores em 2018
+ Vereadores de Santa Rita e Conde disputam quem gasta mais diárias por ano; veja ranking
+ Conde e Santa Rita lideram ranking das Câmaras que mais gastam com diárias e viagens
+ Câmaras de Santa Rita, Cabedelo e Paulista gastam R$ 424 mil com assessoria jurídica; confira ranking
+ Câmaras gastam mais de R$ 225 milhões com folha de pessoal em 2018 na PB; confira ranking

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar