Família acusa PM de invadir casa e agredir autista em cerimônia de Crisma

Um jovem autista de 21 anos foi agredido em abordagem de um policial durante festa de comemoração da Crisma, da Paróquia São João Batista, em uma comunidade do Lagamar, em Fortaleza, na noite de sábado (18). Muitas pessoas da família estavam na residência e teriam passado mal com uso de spray de pimenta pelos agentes de segurança.

Pelo menos quatro teriam ficado feridos e outros quatro foram presos. A confusão foi registrada em vídeos, que têm circulado nas redes sociais.

A confusão ocorreu durante uma abordagem policial em uma festão de comemoração de Crisma. Várias pessoas estavam no local que teria sido invadido pelos agentes. A família conta que pelo menos quatro pessoas ficaram feriadas e outras passaram mal por conta do efeito do spray de pimenta usados pelos policiais. Ainda de acordo com eles, quatro foram levados para a delegacia onde um TCO (Termo Circunstancial de Ocorrência) foi lavrado.

Nas imagens, é possível ver uma senhora sendo levada, uma jovem passando mal sendo amparada por amigos, além do jovem especial. Além de mesas reviradas e cápsulas de revólver deflagradas.

No dia seguinte, amigos da comunidade católica que a família frequenta, voltaram ao local para levar outro bolo para o jovem. O grupo se manifestou em uma postagem nas redes sociais neste domingo.

“Os jovens crismandos do grupo JBD prepararam essa surpresa linda para o Stêncio, levaram bolo e tudo que tinha direito para refazer a festa, e hoje ninguém estragou a alegria da juventude do Lagamar. Ninguém vai nos impedir de sonhar e transformar esse estigma imposto sobre nossos corpos. Juventude é pra sonhar, ser livre e ter políticas públicas! Jesus é nossa esperança”, declararam na publicação.

Por meio de nota, a Secretaria de Segurança informou que quatro pessoas foram indiciadas por desacato. Todas foram encaminhadas para o 13º DP. As informações da Tribuna do Ceará.

Comente