Ex-secretário indicou pregoeira e diz que Romero escolheu presidente da Comissão de Licitações

Em seu depoimento à Polícia Federal, o ex-secretário de Administração de Campina Grande, Paulo Roberto Diniz, afirmou que o presidente da Comissão Permanente de Licitação, Helder Giuseppe Casulo, foi uma indicação do prefeito Romero Rodrigues (PSD). Além disso, confirma que a pregoeira Gabriella Coutinho Gomes Pontes foi uma indicação sua para os quadros do município. O depoimento foi divulgado pelo Blog do Diego Lima.

Diniz é investigado pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela PF por possível participação na organização criminosa responsável por fraudar licitações na merenda escolar do município.

De acordo com informações da Operação Famintos, o grupo que atuava em Campina Grande, formado por empresários, auxiliares de Romero e servidores municipais, causou um rombo de aproximadamente de R$ 13,7 milhões.

Ainda conforme o depoimento, ele diz que Helder e Gabriella tinham autonomia para agir com relação as licitações, e que Romero preferia não saber das movimentações.

Confira depoimento na íntegra

[pdf-embedder url=”https://paraibaja.com.br/wp-content/uploads/2019/07/depoimento-paulorobertodiniz-policiafederal-famintos.pdf”]

 

Comente