Evento de adoção de animais mobiliza moradores de João Pessoa

Ação ‘Adotar é o Bicho’ foi promovida no sábado (7) pela Secretaria de Meio Ambiente e pelo Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura da Capital

(Foto: Kleide Teixeira / Secom-JP)

Sandra Rodrigues mora em Mangabeira e é protetora de animais, atuando de maneira independente, sem vínculos com instituições. Ela resgata gatos e ainda tem um projeto onde recolhe materiais eletrônicos, recicla, comercializa e usa a verba para cuidar dos gatos. Sandra disse que desde que se entende por gente cuida de animais. “Eu sempre queria levar todos para casa. O evento de hoje é da maior importância para todos que trabalham protegendo os animais. É a primeira vez que temos apoio de uma gestão pública para esse tipo de evento. A Prefeitura de João Pessoa está de parabéns. Nós nunca teríamos como montar uma estrutura dessa e promover a adoção de bichinhos que foram abandonados por seus tutores”, afirmou.

O evento ‘Adotar é o Bicho’, promovido pela Secretaria de Meio Ambiente (Semam) e pelo Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura de João Pessoa reuniu, durante este sábado (7), no Parque Parahyba II, protetores de animais, representantes de organizações não governamentais, parceiros da iniciativa privada, e diversas outras instituições que trabalham pela qualidade de vida dos animais, numa ação para incentivar a prática da adoção.

O secretário de Meio Ambiente da Capital, Welison Silveira, disse que se sentiu extremamente feliz em atuar para uma ação de conscientização sobre o cuidado com animais. “Essa gestão tem um compromisso de cuidar da cidade. E esse cuidado envolve as pessoas, o ambiente onde vivemos e todos os animais que aqui habitam. Estamos trabalhando para que todos tenham saúde e qualidade de vida”, destacou.

Para Ítalo Oliveira, coordenador de Bem-Estar Animal da Semam, o evento foi um sucesso. “Dos trinta animais que disponibilizamos para adoção, quinze foram adotados. Acho que o maior sucesso da nossa ação foi a sensibilização das pessoas para a responsabilidade que todos nós temos com os animais domésticos. Não é possível mais presenciarmos o abandono dos bichos, como se fossem objetos. Nesse sentido o evento contribuiu para a educação ambiental das pessoas e temos certeza que muitos outros serão promovidos”, observou.

Os técnicos da Semam também promoveram a distribuição de mudas de árvores nativas, produzidas pelo Viveiro Florestal, mantido pela Prefeitura. No espaço do Parque Parahyba II foram montados stands com a venda de artesanato e comida regional, além de apresentação de alimentos para os bichinhos de estimação.