- Publicidade -
Tecnologia

Estudantes da UFPB criam foguete para reflorestamento feito de material reciclado

Ideia é que, ao lançá-lo no ar, o projétil dispare, em determinada altura, sementes sobre área desmatada

Estudantes que integram o Clube de Astronomia e Astrofísica da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) estão desenvolvendo um foguete para reflorestamento. O dispositivo é feito de material reciclado. A ideia é que, ao lançá-lo no ar, o projétil dispare, em determinada altura, sementes sobre área desmatada.

- Continua depois da publicidade -

“O projeto está sendo desenvolvido para deixar o foguete o mais simples e sustentável possível. Para sua construção, usamos garrafa PET, fita adesiva e água para impulsionar o lançamento”, conta Renan Aversari, integrante do clube. Após o lançamento, o foguete é recolhido para reutilização.

Um dos principais desafios, segundo o estudante, é o plantio, porque as sementes soltas pelo foguete ficam na superfície do solo. “Queremos criar um sistema no qual as sementes já estejam envolvidas com argila e adubo, tendo os nutrientes necessários para germinação”.

Os alunos também têm tomado cuidado na hora de selecionar os grãos, para não introduzir espécies invasivas, que modifiquem o ecossistema local. A base do foguete, confeccionada com madeira, canos de PVC e parafusos, poderá funcionar sem energia elétrica. “Assim, será possível dispensar fontes de energia, tomadas, e levá-la para qualquer lugar”.

Após os testes, serão ofertadas oficinas de montagem dos foguetes e ações socioambientais de replantio para alunos de escolas públicas e privadas. Site com tutorial para ensinar a montar o projétil e realizar reflorestamento por conta própria também deverá ser lançado.

Comente

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar