‘Se banalizou a violência extrema. a arma, o tiro, a eliminação. Isso não tá certo. É uma falta de respeito com a sociedade o estímulo ao armamento. É você jogar com os medos da população”, disparou o ex-governador Ricardo Coutinho, em entrevista à TV Master, na noite desta segunda-feira (25).

Para ele, a diminuição da violência está intrinsecamente ligada à redução do número de armas. O ex-governador destacou, inclusive, que foi procurado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, enquanto atual presidente da Fundação João Mangabeira, para realização de parcerias, segundo as quais serão realizados seminários sobre segurança pública.

“Eu fui procurado porque fui governador da Paraíba e os resultados da segurança pública vêm daquilo que há de mais moderno. Não é algo milagroso. É questão de conduta de política pública e a nossa, a que nós implantamos, é correta. E isso se choca com o que estamos vendo no Brasil hoje em dia”, disse.

Paraíba Unida pela Paz

Enquanto governador da Paraíba, Ricardo Coutinho lançou o movimento “Paraíba Unida pela Paz”, que, entre outras ações, previa que Policiais civis e militares da Paraíba receberiam bonificações no salário toda vez que conseguissem apreender uma arma.