Estado recebe 500 mil máscaras para profissionais da Saúde, garante secretário do Governo

Estelionatário se passa por secretário de Saúde da PB para aplicar golpes e espalhar fake
Secretário Geraldo Medeiros - Foto: Arquivo

O secretário estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, prestou alguns esclarecimentos, na manhã segunda-feira (23), sobre o andamento das ações para o enfrentamento ao coronavírus na Paraíba. O secretário ainda e rebateu denúncia sobre a  falta de máscara para os profissionais de Saúde.

De acordo com ele “o Estado recebeu, nesta sexta-feira (22), 500 mil máscaras que estarão sendo distribuídas com os profissionais de saúde”.

Sobre as críticas, ele afirmou que os profissionais que trabalham nas UTI’s utilizam um tipo de máscara específica, já que eles se submetem a uma carga viral maior.

“Os profissionais de Saúde devem ter entendimento até porque devem ter lido as resoluções do Conselho Regional de Medicina (CRM) e do Conselho Regional de Enfermagem (COREN) sobre a utilização das máscaras normais é o habitual. Somente os profissionais que trabalham nas UTI’s pois entubam esses pacientes e manipulam esses tubos respiratórios. Esses sim, devem usar a máscara M95 porque se submetem a uma carga viral elevada. Os demais profissionais de saúde devem usar a máscara comum, é essa a orientação”,  destacou.

Sobre o processo seletivo simplificado para contração emergencial de 2400 pessoas, conforme anunciou hoje o governador João Azevêdo (Cidadania), Geraldo Medeiros explicou que  “esses profissionais trabalharão em várias unidades de saúde do Estado. Progressivamente serão chamados na dependência do disparo das ondas de chamamento e implantação de leitos que foram ancorados pelos técnicos da Secretaria de Saúde”.

Até agora 227 casos estão sendo investigados no Estado, com duas confirmações e 40 casos descartados.

Comente