Escolas devem manter às aulas remotas por recomendação da Secretaria de Educação do Estado

Atividades educacionais presenciais só devem acontecer quando as análises realizadas pelas Secretarias de Estado da Saúde e da Educação apontarem níveis de segurança.

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou no sábado (8), a Nota Técnica sobre as atividades educacionais presenciais. De acordo com a nova definição do calendário escolar, as atividades presencias das instituições de ensino devem permanecer remotas por medida de segurança de saúde pública.

Segundo a Nota Técnica, o retorno das atividades educacionais de nível fundamental e médio ainda é um risco, mesmo que ocorra de forma lenta, gradual, e em menores frequências semanais de aulas presenciais. Com isso, não é recomendando as retomadas das atividades de ensino regular nesse momento.

As atividades educacionais presenciais só devem acontecer quando as análises realizadas pelas Secretarias de Estado da Saúde e da Educação apontarem níveis de segurança para o vigor da decisão. Enquanto isso, propõe-se que às instituições de ensino atentem-se às recomendações preparatórias para o retorno das aulas em um período propício.

As recomendações técnicas complementam o painel de atividades por bandeira do Plano Novo Normal. O planejamento organiza o retorno das atividades educacionais com novos protocolos e novas definições dos calendários escolares, previstos para o momento mais oportuno e seguro para esta retomada.

Comente