- Publicidade -
Cotidiano

Empresa que administra aeroporto de JP é autuada pelo Procon por não fechar lojas

Lojas, restaurantes e locadoras localizadas no aeroporto foram fechados durante a fiscalização.

A empresa que administra o aeroporto Castro Pinto, localizado no município de Bayeux, na Grande João Pessoa, foi autuada pelo Procon Municipal, na terça-feira (24), por não suspender as atividades em estabelecimentos que funcionam no local, para evitar possível infecções pelo novo coronavírus.

- Continua depois da publicidade -

Lojas, restaurantes e locadoras localizadas no aeroporto foram fechados durante a fiscalização. A ação faz parte do decreto estadual que determina a suspensão em atividades comerciais na região metropolitana de municípios com casos confirmados de Covid-19, doença causada pelo coronavírus.

Segundo o secretário do Procon de Bayeux, Aécio Farias, a empresa se recusou a fechar as portas alegando que a competência para a suspensão de atividades seria federal.

Em nota, a AENA informou que orienta os passageiros por meio de avisos sonoros em três idiomas e exibe vídeos que ensinam a evitar o contágio. Já os colaboradores utilizam os equipamentos de proteção individual (EPIs) adequados às funções que exercem. A organização não emitiu um posicionamento sobre lojas e restaurantes. Informações do G1.

Comente

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar