Em nota, Prefeitura de Patos lamenta morte do músico paraibano Pinto do Acordeon

"Nosso respeito, consideração e admiração que ainda em vida, recebeu todas as homenagens por sua história", diz trecho da nota

A Prefeitura de Patos divulgou nota de pesar, nesta terça-feira (21) pelo falecimento do compositor, cantor, instrumentista e político, Francisco Ferreira Lima, o Pinto do Acordeon, que faleceu nesta terça-feira em São Paulo, vítima de câncer.

De acordo com a nota, o músico, que é natural de Conceição, adotou Patos como sua segunda casa. O sepultamento será realizado no município, após velório na capital paraibana.

”Nosso respeito, consideração e admiração que ainda em vida, recebeu todas as homenagens por sua história”, diz trecho da nota.

Leia na íntegra

A Prefeitura de Patos manifesta profundo pesar pelo falecimento do compositor, cantor, instrumentista e político, Francisco Ferreira Lima, O Pinto do Acordeon, nascido em Conceição em 19 de fevereiro de 1948.

Homem simples e de grande referência para a música, Pinto do Acordeon deixa um legado de alegria, de conhecimento ao forró autêntico e contribuição para elevar o segmento musical, e o nome de sua terra natal, Conceição, e de Patos, cidade que ele adotou como segunda casa, para todos os lugares por onde ele passou e se apresentou.

Em 2015, no São João de Patos, o artista foi homenageado no festejo junino que recebeu como tema central “Por amor ao forró – Viva Pinto do Acordeon” e reconhecido pela Assembleia Legislativa da Paraíba como patrimônio cultural e imaterial do Estado.

Nosso respeito, consideração e admiração que ainda em vida, recebeu todas as homenagens por sua história.

A Prefeitura de Patos presta solidariedade à família de Pinto do Acordeon, amigos e admiradores.

Comente