Em nota, defesa da blogueira Celeste Maia nega atropelamento e uso de drogas

Na segunda-feira, o juiz André Ricardo de Carvalho Costa, da 4ª Vara Criminal da Capital, concedeu liberdade provisória para ela, após pagamento de R$ 5,2 mil

A defesa da blogueira Celeste Maia divulgou nota, nessa terça-feira (15), para negar as informações de que ela teria atropelado um casal de policiais e tentado fugir. O caso aconteceu na noite do último domingo (13).

+ Blogueira atropela policiais, tenta fugir e é presa com CNH suspensa e cocaína em JP

“Não houve atropelamento, tão pouco uso de substâncias psicoativas, de modo que repudiamos todas as falsas informações difamatórias amplamente divulgadas por alguns veículos da mídia local”, afirma a nota.

No domingo, Celeste foi encaminhada para a Central de Flagrantes, em João Pessoa e logo em seguida, levada à Penitenciária Júlia Maranhão. Na segunda-feira (14), o juiz André Ricardo de Carvalho Costa, da 4ª Vara Criminal da Capital, concedeu a liberdade provisória da blogueira, mediante o pagamento de fiança no valor de R$ 5,2 mil.

+Blogueira atropela policiais, tenta fugir e é presa com CNH suspensa e cocaína em JP

A Companhia Especializada em Apoio ao Turista (Ceatur) informou que a carteira de habilitação da blogueira estava suspensa e, de acordo com a polícia, foram encontradas duas porções de cocaína no veículo, além dela apresentar sintomas de embriaguez. Na ocasião, ela se recusou a fazer o teste do bafômetro.

Confira a nota na íntegra:

 

Comente