Eleições em JP: Ronaldo Guerra descarta aliança com PV de Cartaxo

Em entrevista ao 'F5', da 89 Rádio POP, Para o presidente estadual do partido, uma das regras para alianças é simples: "22 tem que passar por 20"

O presidente estadual do Cidadania, Ronaldo Guerra, fechou as portas para o diálogo com o grupo do prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo (PV). Em entrevista ao programa ‘F5’, da 89 Rádio POP, nesta segunda-feira (10), o mandatário da sigla disse que o partido não tem pré-disposição, mas que a aliança será feita com o atual arco de aliança do grupo do governador João Azevêdo.

“Não sei, não descemos ainda ao patamar de nomes que deveríamos apoiar. Estamos dialogando no partido de que forma vamos nos posicionar, se por candidatura própria ou indicando vice de um dos partidos do arco de alianças. Não tem essa torcida por nome algum”, afirmou o presidente estadual.

Para Guerra uma regra é simples: “22 tem que passar por 20, é verdade”. Alusão às alianças que serão formadas neste ano se estendam e já tenham linhas definidas para as eleições 2022, onde João vai disputar a reeleição.

Ainda sobre esses acordos a longo prazo, Guerra deixou claro que não é necessário por na mesa algo que já é de ciência das siglas. “Isso é conversa de gente grande, não precisa colocar na mesa. Já está exposto, a partir do momento que o governador vai para reeleição”, disse.

Assista a entrevista

A partir de 31:24, no vídeo abaixo:

Comente