Eleições 2024: André Gadelha ataca Tyrone e diz que “verdadeiro prefeito de Sousa é João”

Deputado estadual destacou algumas obras em andamento na cidade que, segundo ele, são fruto do governo estadual, como uma escola de R$ 10 milhões

Foto: Divulgação/F5

Durante entrevista concedida ao programa F5, na Rádio Pop (89,3 FM) em João Pessoa, nesta terça-feira (5), o deputado estadual André Gadelha, integrante da bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) e membro do MDB, fez declarações contundentes sobre a administração municipal de Sousa. Gadelha afirmou que, na sua perspectiva, o verdadeiro prefeito da cidade é João Azevêdo, do PSB, e não o atual gestor Fábio Tyrone.

Segundo o deputado, “o governo municipal de Sousa não existe. O maior prefeito de Sousa hoje se chama João Azevêdo. É o maior prefeito.” Gadelha destacou algumas obras em andamento na cidade que, segundo ele, são fruto do governo estadual, como uma escola de R$ 10 milhões, um projeto idealizado por Leonardo Gadelha em 2020 quando foi candidato prefeito da cidade, e a revitalização do Largo da Ferroviária, transformando-o em ponto turístico.

O deputado também mencionou outras iniciativas que estariam sendo conduzidas pelo governo estadual, como a construção do Parque de Exposições e a obra da perimetral que liga a BR 230 à PB José Buega Gadelha, uma estrada que corta a cidade. Gadelha apontou que há cerca de R$ 30 milhões em obras paralisadas, com recursos destinados pelo governo do estado, e atribuiu a falta de continuidade das obras ao atual prefeito de Sousa.

“Existe a obra da perimetral que começou em 2008 com Ricardo Coutinho, o prefeito atual usou para se eleger, depois a obra foi paralisada em 2012 quando eu ganhei a eleição, depois a obra foi retomada em 2016 para ganharem a eleição de novo, e a obra segue paralisada depois que ganhou a eleição em 2020, e agora voltou a ser realizada,” afirmou o deputado.

Assista abaixo a entrevista completa do deputado do MDB: