Efraim Filho lamena ocupações de escolas e diz que medida prejudica estudantes pobres

O deputado federal paraibano Efraim Filho (Democratas) lamentou as ocupações em escolas públicas de todo o País. “Enquanto as escolas públicas estavam sendo ocupadas por estudantes e militantes partidários, escolas particulares continuaram com aulas e com seus alunos sendo preparados para serem submetidos ao exame nacional do ensino médio-ENEM”.

Ainda segundo Efraim Filho, os protestos dos estudantes perde a legitimidade principalmente quando se prejudica os estudantes e nesse caso os mais pobres, o estudante da escola pública, com a falta de aula. “Existem inúmeras formas de protestar sem necessariamente ser prejudicando o futuro de 271.918 jovens brasileiros que tiveram o ENEM adiado”, afirmou o deputado.

Efraim Filho aproveitou para parabenizr o Governo Federal pela “sábia decisão” de tentar amenizar os prejuízos causados pelas ocupações, adiando o Exame Nacional do Ensino Médio para os estudantes que “não apenas foram impedidos de terem aulas normalmente como foram impedidos de se submeterem ao exame”.

Comente