Eclipse solar anular: confira os melhores lugares e horários para observar o ‘anel de fogo’ na Paraíba

A Paraíba será um dos melhores estados para as pessoas acompanharem o eclipse solar anular deste sábado (14), por conta da sua localização geográfica e pela forma como o evento astronômico vai acontecer. João Pessoa, por exemplo, está entre as melhores capitais para presenciar o evento.

De acordo com o presidente da Associação Paraibana de Astronomia, Marcelo Zurita, será o maior evento astronômico do Brasil dos últimos 80 anos.Graças a faixa de visibilidade do fenômeno, no entanto, lugares e cidades diferentes dentro da própria Paraíba, vão apresentar melhores condições e maiores durações no tempo do eclipse.

As melhores cidades para observar o eclipse sempre são aquelas que estão no centro da faixa de visibilidade do ‘anel de fogo’, como a imagem acima demonstra. Quanto mais próximo da faixa de visibilidade, melhor a experiência será.

Em relação ao horário, como explica o professor de física Felipe Sérvulo, isso depende da região onde a pessoa vai estar acompanhando o eclipse. Por exemplo, o eclipse começará a ser observado por volta das 16h43 para as cidades no Sertão. Já para os observadores do litoral, a sombra começará a ser percebida às 15h31, e o “anel de fogo” será visto em sua totalidade às 16h46.

Por conta desses fatores geográficos, o tempo de duração do eclipse também varia em algumas cidades. De acordo com o físico Hélio Vital, a cidade de Sousa, no sertão, tem o maior tempo de duração do eclipse central (tempo que a Lua cobre o disco solar, também chamada de anularidade), com 4 minutos e 23 segundos.

A cidade de Cajazeiras tem o maior tempo de duração do eclipse parcial (tempo que aquela região vê o eclipse como um todo, antes do “anel de fogo”) com 2 horas e 56 segundos.

Melhores lugares para ver o eclipse

O eclipse vai durar mais em alguns lugares do que em outros. No entanto, não necessariamente, isso significa que questões de visibilidade acompanham a regra. Nesse sentido, como alertam os especialistas na área, outros fatores como a área que vai ser observada, a não interferência de prédios, casas e árvores no horizonte e até o clima podem influenciar a experiência do observador.

Em levantamento feito pelo físico Felipe Sérvulo, com base em análises em um software especializado, as cidades abaixo são os melhores lugares do interior, para conferir o eclipse.

  • Santa Helena
  • Triunfo
  • São João do Rio do Peixe
  • Sousa
  • Pombal
  • Paulista
  • São José de Espinharas
  • Taperoá
  • Assunção
  • Frei Martinho
  • Santa Luzia
  • São Mamede
  • São José do Sabugi
  • Picuí
  • Cuité
  • Dona Inês
  • Cacimba de Dentro
  • Nova Floresta
  • Araruna
  • Riachão do Bacamarte
  • Tacima
  • Logradouro
  • Caiçara
  • Campina Grande

Em se tratando do litoral, além de João Pessoa, que é uma das duas melhores capitais em todo o Brasil para a população conferir o fenômeno, outros lugares também vão ter posição privilegiada.

Segundo o presidente da APA, Zurita, algumas cidades no litoral podem ter grandes presenças de pessoas somente para curtir o momento do fenômeno astronômico.

  • Barra de Camaratuba, em Mataraca
  • Barra de Mamanguape, em Rio Tinto
  • Praia do Jacaré, em Cabedelo

Em Campina Grande, um dos pontos recomendados para observação é Açude Velho, região da cidade mais aberta e descampada, sem tanta interferência no horizonte oeste, em que vai ocorrer o desenrolar do eclipse.

Melhores lugares para ver o eclipse em João Pessoa

Na capital paraibana, outros pontos que atendem a bons critérios de visibilidade estão espalhados pela cidade, assim como na região metropolitana, com observações feitas inclusive de forma organizada para que os espectadores não tenham problemas com equipamentos e óculos de proteção. Veja abaixo a lista dos melhores lugares em João Pessoa e região metropolitana para ver o eclipse.

  • Hotel Globo, Varadouro
  • Casa da Pólvora, Centro
  • Mirante SkyBeach, Altiplano
  • Praia do Jacaré, Cabedelo
  • Intermares Hall, Cabedelo

Em alguns desses locais, eventos vão acontecer voltados justamente para o eclipse. No Hotel Globo, por exemplo, o Clube de Astronomia da Paraíba estará presente no local a partir das 14h30.

Como ver o eclipse com segurança

Um dos equipamentos mais recomendados para quem quer observar o eclipse solar anular são os óculos especiais com filtro solar, pois eles criam uma barreira física entre os raios que vêm do sol e o próprio olho.

Conforme o astrônomo amador, Zurita, explica que esses óculos são por apropriados serem geralmente fabricados com filtros especiais que bloqueiam cerca de 99,98% da luz solar, garantindo uma observação segura e confortável do Sol.

Além dos óculos, existe também a opção do espectador do eclipse se utilizar de filtros específicos em telescópios, lunetas e até binóculos.

Além disso, de acordo com a oftalmologista Michele Cantisani, em entrevista para o Bom Dia Paraíba, a melhor opção para visualizar o eclipse, apesar dos filtros e aparatos específicos para isso, são os óculos de soldador, que consistem em um vidro de larga espessura que mitiga os impactos da luz solar no olho. Ela recomenda que seja utilizado o vidro do tipo 14.

“Quando a gente olha diretamente para o sol, a gente tem o foco de toda a radiação ultravioleta focando exatamente na mácula, que é a área de melhor visão. Então se você visualiza sem a melhor proteção, vai estar causando uma queimadura solar na tua mácula. Infelizmente, é uma lesão irreversível. Você perde parte da visão, pode ter uma mancha central pro resto da sua vida, se você fizer a visualização sem a proteção adequada”, ressaltou.

Ainda há também a opção da visualização indireta, com a projeção do evento no solo.

Do g1