Dono do Paraíba de Prêmios se diz surpreso e nega ligações com Ricardo e Coriolano

O sócio majoritário do Paraíba de Prêmios, Denylson Machado se disse surpreso com a ação da Polícia Federal, nesta terça-feira (10), com relação a empresa ter sido um dos alvos da oitava fase da Operação Calvário. A PF realizou buscas e apreensões na sede da empresa de loteria. O empresário também negou qualquer tipo de relação com o ex-governador Ricardo Coutinho e seu irmão Coriolano Coutinho.

“A visita da Polícia Federal na sede da empresa foi uma surpresa. Eles comunicaram a Lotep e foram recolher alguns materiais porque somos credenciados da Lotep durante quase quatro anos, e consequentemente eles estariam atrás de alguma documentação”, comentou Denilson.

Conforme o empresário, ele nunca teve qualquer relação com Ricardo Coutinho ou com Coriolano e ainda destacou que nunca viu o ex-governador pessoalmente.

“Nós não temos nenhuma ligação com Coriolano Coutinho e nem com Ricardo Coutinho, sendo sincero e direto. Nunca vi pessoalmente o Ricardo. Moro há quase 5 anos na Paraíba e nunca o vi. Conheço o irmão dele, assim como conheço muitas pessoas públicas na Paraíba”, disse.

Ele ainda se mostrou voluntário com as autoridades e meios de comunicação para esclarecer os fatos envolvendo sua empresa. “Estamos à disposição da Polícia Federal, Gaeco e também da imprensa para que tudo seja esclarecido e que a verdade venha à população. O único sócio e sócio majoritário da empresa sou eu. Isso pode ser acompanhado pelo meu CNPJ”, finalizou.

Comente