Dirigente do PSB de João Pessoa estranha defesa de Cartaxo e lança desafio

A dirigente do PSB de João Pessoa Aparecida Ramos estranhou as declarações do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), em que se posicionou contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

Para ela, Cartaxo foi contraditório, pois ele se desfiliou do PT para “não se contaminar” com os escândalos do partido. E aproveita para lançar um desafio: só acreditará na postura do prefeito se ele participar nas ruas do próximo ato em favor de Dilma.

“Ele esteve num ato com Dilma e semanas depois anunciou saída do PT e afastamento do governo federal alegando que não seria contaminado. Muito estranho. Ficou na moita esse tempo todo e agora está querendo aparecer. Só acredito se vê-lo nas ruas e nos palanques lutando contra o golpe”, afirmou.

Apesar de ter deixado o Partido dos Trabalhadores para não ser ‘contaminado’ pelas denúncias que pesam contra a legenda, Cartaxo afirmou que não há fato determinante para afastar a presidente do cargo, e lembrou que, recentemente, assinou uma nota conjunta com vários prefeitos do país contrários ao impeachment de Dilma.

Comente