As placas utilizadas pelo Detran da Paraíba servem de modelo aos demais Estados do país”. A afirmação foi feita nesta segunda-feira (12) pelo diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Maurício Alves, em visita à sede do órgão, em Mangabeira, acompanhado pelo superintendente Agamenon Vieira e pelos diretores Orlando Soares (Operações) e José Francisco (Engenharia).

Desde 2012, o modelo de placas utilizado pelo Detran-PB contém código de barras, que evita clonagens, oferecendo mais segurança e credibilidade aos usuários. Além disso, é operado pelo sistema randômico.

O diretor do Denatran também destacou que a partir de 1º de setembro as placas de veículos brasileiros começarão a ser substituídas por um novo modelo que segue o padrão estabelecido pelo Mercosul. Aprovada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), a mudança deverá ser feita até 31 de dezembro de 2023, quando toda a frota de veículos nacionais deverá estar rodando com a nova identificação. O valor a ser cobrado pelas placas ainda não está definido.

Segundo Resolução nº 729, publicada no Diário Oficial da União do último dia 8, a medida se aplica também aos reboques, semirreboques, motocicletas, triciclos, motonetas, ciclo elétricos, quadriciclos, ciclomotores, tratores e guindastes, que serão identificados por uma única placa, instalada na parte traseira.

Revestidas com película retrorrefletiva, as novas placas terão fundo branco com margem superior azul, as imagens da bandeira brasileira e o símbolo do Mercosul, mantendo os atuais sete caracteres alfanuméricos. Na parte frontal, a película protetora deverá conter as palavras Brasil Mercosul estampadas. Além disso, deverão possuir código de barras bidimensionais dinâmicos (Quick Response Code – QRCode), contendo números de série e acesso às informações do banco de dados de seu fabricante.

Comente

Camara Municipal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here