Direção do Hospital Regional de Patos desmente falta de EPI´s para profissionais de saúde

A direção do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, de Patos divulgou nota, nesta terça-feira (7) para desmentir a informação de que o hospital não conta com Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s) para os profissionais de saúde. O Conselho Regional de Medicina (CRM) realizou uma fiscalização nesta terça.

De acordo com a diretoria, todos os equipamentos presentes no hospital são suficientes para suprir a necessidade dos profissionais durante o combate à pandemia do coronavírus.

A unidade hospitalar ressaltou que a dificuldade na aquisição dos equipamentos não é isolada em uma unidade, levando em consideração a grande demanda mundial diante da pandemia.

A direção também anunciou que “a unidade acabou de fechar uma compra de mais dois mil aventais descartáveis e impermeáveis, que são itens que já estavam sendo distribuídos com os profissionais da unidade, para regulação do estoque e já recebemos doações de protetores faciais.”

Leia nota na íntegra:

Sobre fiscalização do CRM no Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, de Patos, realizada na manhã dessa terça-feira (07), a direção da unidade esclarece:

• Não procede a informação que o hospital não tem EPI’s para atuação com segurança de seus profissionais
• A quantidade de EPI’s que se encontra no hospital, inclusive de máscaras N95, é suficiente para suprir a demanda interna destes equipamentos por, pelo menos, 10 dias. Adianto que nesta data foi feita a compra de mais 1000 máscaras cujo fornecedor deu um prazo de entrega de até 15 dias
• Vale salientar que a dificuldade de compra e entrega num prazo mais curto destes produtos de uso individual não é uma problemática isolada de nenhuma unidade de saúde, mas, uma realidade mundial, devido a pandemia do Covid-19
• Seguindo orientações das autoridades de saúde, instituímos protocolos internos para que diante da escassez de EPI’s no mercado, que as máscaras N95, salvo as devidas condições da mesma, possam ser reutilizadas de acordo com os protocolos das sociedades brasileiras de várias especialidades médicas que já emitiram pareceres neste sentido.
• A unidade também acabou de fechar uma compra de mais dois mil aventuais descartáveis e impermeáveis, que são itens que já estavam sendo distribuídos com os profissionais da unidade, para regulação do estoque e já recebemos doações de protetores faciais.
• Por fim, reiteramos nosso compromisso com nossos pacientes e também com os profissionais que atuam na unidade para que todos possam se proteger em tempos de pandemia do Covid-19.

Liliane Sena
Diretora Geral do Complexo

Comente