Dez cidades mais afetadas na PB recebem R$ 114 milhões para combate à Covid-19

Definição da divisão de R$ 13,8 bilhões destinados aos estados e municípios foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União

Os 10 municípios paraibanos mais afetados pelo coronavírus vão receber R$ 114 milhões de auxílio do Governo Federal para combate à pandemia da Covid-19. A definição da divisão de R$ 13,8 bilhões destinados aos estados e municípios foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União dessa quarta-feira (1º).

+ Paraíba tem 48,1 mil casos e notifica oficialmente mais de mil mortes por Covid-19

Capital e epicentro do coronavírus no estado, João Pessoa, que registra 4.151 casos da doença, receberá R$ 53,3 milhões. Campina Grande, que aparece em segundo em número de casos com 1.578 infectados, irá receber R$ 22,2 milhões. O município de Cabedelo, que ocupa a terceira posição no ranking de casos com 796 registros, terá o auxílio de R$ 4,2 milhões.

Santa Rita registra 597 casos da Covid-19 e aparece na quarta posição do ranking. Cidade será beneficiada com R$ 7,2 milhões. Patos aparece na quinta colocação, com 587 casos e receberá R$ 7,7 milhões.

Juntos, os municípios de João Pessoa, Campina Grande, Cabedelo, Santa Rita, Patos, Guarabira, Caaporã, Bayeux, Pedras de Fogo e Sapé somam 10,020 mil casos, o que corresponde a 20.75% dos 48.175 infectados em todo o Estado da Paraíba, de acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES), divulgados nessa quarta-feira (1º).

Confira ranking:

João Pessoa (4.151 casos) – R$ 53,3 milhões
Campina Grande (1.578 casos) – R$ 22,2 milhões
Cabedelo (796 casos) – R$ 4,2 milhões
Santa Rita (597 casos) – R$ 7,2 milhões
Patos (587 casos) – R$ 7,7 milhões
Guarabira (573 casos) – R$ 4,8 milhões
Caaporã (371 casos) – R$ 2,4 milhões
Bayeux (319 casos) – R$ 4,8 milhões
Pedras de Fogo (247 casos) – R$ 3,6 milhões
Sapé (201 casos) – R$ 3,3 milhões

Comente