Deputado paraibano pede proteção de vida para editor do site The Intercept

Glenn Greenwald é um dos fundadores do site The Intercept - Foto: Arquivo

Os deputados Gervásio Maia (PB) e Lídice da Mata (BA), ambos do PSB,protocolaram na Câmara Federal nesta terça-feira (25) um requerimento solicitando ao ministro da Justiça, Sergio Moro, proteção à integridade física e à vida do jornalista e advogado Glenn Greenwald, do site do The Intercept, do deputado federal David Miranda (PSOL-RJ) e de familiares mais próximos.

O documento solicita ainda caráter de urgência e aparato da Polícia Federal “para garantir a segurança e a integridade física, própria e alheia de Glenn Greenwald”. Gervásio Maia e Lídice da Mata justificam que, desde as divulgações dos diálogos entre integrantes da força tarefa da Operação Lava Jato, Glenn e David Miranda, vem recebendo constantes ameaças nas redes sociais, o que justificaria o pedido de proteção.

“O objetivo é proteger a integridade e a vida do jornalista e de seus familiares. Vivemos tempos de ódio, intolerância e perseguição à imprensa. É dever do Estado manter a segurança do jornalista e de toda família”, ressaltou Gervásio Maia.

“A liberdade de imprensa não pode ser ceifada, jornalistas não podem ter seu direito cerceado, muito menos serem ameaçados de morte. Esperamos que o Ministério da Justiça cumpra seu papel de proteger a democracia brasileira”, ressaltou o autor do requerimento.

Saiba mais

Glenn Greenwald é um dos três fundadores do The Intercept, site que expôs conversas envolvendo o ex-juiz Sergio Moro e procuradores da Operação Lava Jato. As revelações põem em xeque a imparcialidade de Moro.

Em junho de 2013, através do jornal britânico The Guardian, o editor do The Intercept foi um dos jornalistas que, em parceria com Edward Snowden, levaram a público a existência dos programas secretos de vigilância global dos Estados Unidos, efetuados pela sua Agência de Segurança Nacional (NSA).

Veja abaixo cópia do documento protocolado por Gervásio Maia:

Deputado paraibano pede proteção de vida para editor do site The Intercept

Comente