O deputado estadual Gervásio Maia (PSB), presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), negou, neste final de semana, que esteja havendo conflito de interesses entre o PSB e o PDT para as eleições de 2018.

Em entrevista ao Paraibaonline, Gervásio atribuiu o suposto desentendimento entre o governador Ricardo Coutinho (PSB), a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT) e o deputado federal Damião Feliciano (PDT), a boatos ‘plantados’ na imprensa pela oposição.

“Lígia tem sido uma pessoa muito importante nessa engrenagem tanto quanto o deputado Damião. Agora, a turma do lado de lá fica alimentando a desunião, o desentendimento, mas nós estamos juntos porque o nosso propósito, o nosso projeto é o trabalho, é o desenvolvimento da Paraíba e é isso que todos estão verificando”, destacou.

Gervásio também ressaltou a sua defesa em torno do nome do secretário João Azevêdo para governador do Estado porque quer que o projeto do PSB continue e deseja que a Paraíba continue no ritmo de obras apresentado pelo governo, o que será muito bom para o futuro do Estado.

“O ano que vem vai ser extremamente importante para nortear o futuro da Paraíba e eu vejo, em João um homem que tem todas as condições para levar adiante o projeto do PSB. É um homem sério, honesto, de palavra para tocar tudo isso”, disse.

Vice do PSB em 2018

Sobre o vice na chapa do PSB, Gervásio adiantou que isso vai depender muito das composições com os partidos que estão no arco das alianças. “Nós temos quatro vagas rumo ao senado contando com as suplências e temos a vaga de vice, além das composições que serão feitas na chapa proporcional, mas isso só o tempo vai poder mostrar com as proximidades das convenções e é quando as coisas serão definidas”, observou.

 

Comente