- Publicidade -
Política

Deputado cobra da PMJP solução para escassa oferta de exames de cateterismo

O deputado Raoni Mendes (DEM) cobrou providências da Prefeitura Municipal de João Pessoa para o descaso no atendimento aos pacientes que necessitam da Saúde do Município. O parlamentar solicitou explicações da Rede Pública de Saúde que há mais de dois meses não está realizando exames de cateterismo através do Sistema Único de Saúde (SUS).

- Continua depois da publicidade -

Raoni Mendes ressaltou que muitos pacientes que necessitam do exame tem que se deslocar para a Capital e não estão conseguindo realizar o procedimento. “É um absurdo o descaso com esses pacientes. O exame custa muito caro e é importante que haja uma solução para atender a demanda”, disse o deputado. Pessoas que sofrem com problemas no coração no interior do estado também não conseguem realizar o exames na Capital.

De acordo com os médicos, o valor repassado pelo SUS é o mesmo há quase dez anos e esse valor não cobre nem os custos do exame de cateterismo. Antes eram realizados em média 220 exames em João Pessoa.  Hoje, este numero é quase zero. O cateterismo feito pelo SUS está suspenso desde maio deste ano. “Algumas pessoas já chegaram a pagar até R$ 3 mil para fazer o exame particular. Enquanto a burocracia não se resolve, as pessoas ficam aflitas” destacou Raoni Mendes.

Também há informações de que a greve dos médicos está atrapalhando mais ainda para que as pessoas possam ser atendidas. O cateterismo é um exame em que a pessoa que tem problema de coração precisa fazer, onde entra com uma sonda pelo braço ou perna que vai até o coração. Ela mostra se há alguma veia obstruída ou se a pessoa está para enfartar, se necessita de cirurgia cardíaca, ou será necessário colocar um stent.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar