- Publicidade -
Cotidiano

Defensor do Mais Médicos na Chapa 1 da eleição da Unimed-JP revolta cooperados

A substituição de três integrantes na CHAPA 1 de situação na Eleição da Unimed-JP, ainda dá o que falar entre os médicos cooperados e usuários. Um fato especifico tem revoltado grande parte dos cooperados. O substituto do Doutor Gláucio Nóbrega no cargo de Gestor Superintendente, Marcos César, foi um dos defensores do programa Mais Médicos do Governo Federal na Paraíba. O Programa foi combatido pelo Conselho Federal de Medicina e a maioria esmagadora dos médicos do estado e do país, são contra.

- Continua depois da publicidade -

Um retrato dessa revolta com a CHAPA 1 da Situação é o relato do médico Melcíades Brito, em uma de suas redes sociais, que pregando a liberdade de expressão, que classifica os profissionais que integram o Mais Médicos, de escravos cubanos. Melcíades alega que os cooperados da Unimed precisam saber o que pensam aqueles que vão gerir a cooperativa.

O doutor Marcos César, agora candidato a Gestor Superintendente da CHAPA 1 de Situação, foi várias vezes as redes sociais defender o Programa Mais Médicos, conforme atesta imagens também disponibilizadas pelo médico Melciádes.

“No momento em que eles querem o voto dos médicos cooperados da Unimed para ocupar, até mesmo, a superintendência da cooperativa, acredito que os demais cooperados devem ser informados do que eles pensam”, diz Melcíades.

A postagem do médico foi rapidamente compartilhada e comentada por dezenas de colegas, demonstrando que a escolha da Chapa 1 não agradou a maioria.

Confira o relato do médico Melcíades:

Liberdade é, na essência, a liberdade para quem discorda de você. Acredito piamente que as pessoas devem ser senhoras dos seus destinos, mas escravas de suas escolhas.

Alguns colegas, legitimamente, utilizaram da sua liberdade para apoiar o PT. Outros, legitimamente, usaram sua liberdade para defender o tráfico de escravos cubanos. Meu maior desejo é que eles continuem livres para discordar de mim, ou de quem quiserem.

No momento em que eles querem o voto dos médicos cooperados da Unimed para ocupar, até mesmo, a superintendência da cooperativa, acredito que os demais cooperados devem ser informados do que eles pensam.

A despeito do enorme respeito pelos demais integrantes da chapa 1, usaria minha liberdade de jamais dar um voto meu a eles. E, se fizerem o mesmo por mim, entenderei perfeitamente.

Unimed

Unimed

Ascom

 

 

Comente

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar