Daniella rebate nepotismo e garante que familiares não são funcionários fantasmas

A senadora paraibana Daniella Ribeiro (Progressistas), divulgou nota onde esclarece as contratações de familiares para seu gabinete. Os esclarecimentos surgem após uma nota publicada pelo jornalista Gabriel Mascarenhas, na coluna de Lauro Jardim, no ‘O Globo’, apontando que a deputada emprega duas primas e a filha de uma dessas primas, onde as três custam R$ 630 mil por ano aos cofres públicos.

Confira nota na íntegra:

Sobre nota publicada em blog de política nesta terça-feira, a senadora Daniella Ribeiro (Progressistas-Paraíba) esclarece que a seleção dos servidores de seu gabinete leva em consideração a formação e a capacidade técnica. Esclarece ainda que todos os contratados, sem exceção, atendem aos requisitos da lei, não ferindo, portanto, a Constituição Federal, nem o regimento do Senado Federal. Casos não permitidos pela lei são barrados pelo próprio sistema do Senado no momento da contratação.
Por fim, ressalta que todos os servidores comissionados em questão cumprem efetivamente as funções para as quais foram contratados.