- Publicidade -
Cotidiano

CRM denuncia falta de médicos e de seguranças na UPA de Cruz das Armas

A Unidade de Pronto Atendimento – UPA de Cruz das Armas, em João Pessoa, está com a escala médica incompleta e com profissionais e pacientes sofrendo com a falta de segurança. O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) deu prazo para que a diretoria técnica resolva estes problemas sob pena de interdição ética do exercício profissional dos médicos.

- Continua depois da publicidade -

A unidade tem 10 dias para providenciar segurança adequada para garantir que os profissionais possam exercer sua profissão com tranquilidade e 21 dias para apresentar ao CRM-PB a escala completa dos médicos.

Em reunião realizada entre a equipe médica e a diretoria do CRM-PB, na noite da última quinta-feira (25), os profissionais relataram vários casos de insegurança. “Os médicos disseram que a UPA de Cruz das Armas conta apenas com seguranças do patrimônio.

É preciso que haja segurança para as pessoas que chegam para trabalhar, assim como para os pacientes, mesmo que seja uma segurança privada”, destacou o presidente do CRM-PB, Roberto Magliano de Morais.

Além disso, não há médicos na UPA de Cruz das Armas suficientes para completar a escala da unidade de saúde. “Médicos relataram que, por muitas vezes, atendem até 100 pacientes em um mesmo dia, por falta de outros profissionais. Infelizmente, isso não pode acontecer. É preciso que haja uma quantidade adequada de médicos para atender a população de forma segura”, disse o diretor de fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar