Covid-19: diabetes é a comorbidade que mais mata na Paraíba; no Brasil é a cardiopatia

Segunda doença que mais mata no Estado é a hipertensão (371), enquanto no país é a diabetes (14.636)

Os fatores de riscos associados, chamados comorbidades, que mais foram diagnosticados nas vítimas fatais do novo coronavírus na Paraíba é a diabetes (387). Já em todo o Brasil, a enfermidade que é mais identificada em óbitos pela Covid-19 é a cardiopatia (19.319).

A segunda doença que mais mata no Estado é a hipertensão (371), enquanto no país é a diabetes (14.636). A cardiopatia (226) e obesidade (74), estão em terceiro e quarto lugar no número de mortes na Paraíba, respectivamente. Já no Brasil, as enfermidades que ocupam essas colocações são as doenças renais (2.824) e neurológicas (3.038), nessa ordem.
Em um comparativo do perfil das comorbidades diagnosticadas nas vítimas do coronavírus na Paraíba e o Brasil, temos o seguinte quadro:
Paraíba
  1. Diabetes
  2. Hipertensão
  3. Cardiopatia
  4. Obesidade
Brasil
  1. Cardiopatia
  2. Diabetes
  3. Doença renal
  4. Doença neurológica

No geral as comorbidades na Paraíba apontam 1.427 mortes, número maior que o atual de óbitos registrados, que é 1.171. Isso acontece devido a alguns pacientes apresentarem mais de uma doença, ou seja, um paciente poder ser hipertenso e cardiopata, e são contabilizados de formas separadas no painel.

As informações estão nos boletins epidemiológicos da Covid-19 na Paraíba, divulgadas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) e do Brasil, publicadas pelo Ministério da Saúde, atualizados nesta quarta-feira (8).

Comente