Covid-19: agência procura cientistas da PB para auxiliar na divulgação de estudos

Iniciativa visa antecipar para os comunicadores cadastrados parte dos estudos da ciência, além de aumentar a presença da área na mídia

A agência Bori lançou uma campanha para conectar a produção inédita da ciência nacional a jornalistas de todo o país em seu banco de fontes sobre o novo coronavírus. A iniciativa visa antecipar para os comunicadores cadastrados parte dos estudos na área. O modelo é semelhante à de países como os Estados Unidos e a proposta tem como objetivo aumentar a presença da ciência na mídia.

As áreas destacadas em roxo mostram os estados que contam com cientistas atendendo a imprensa, já as partes em lilás são dos locais que ainda estão sem especialistas no banco, entre eles estão todo o Norte do país, além de parte do Nordeste, Centro-Oeste e Espírito Santo. De acordo com o gráfico, a Paraíba ainda não tem cientistas participantes.

No primeiro dia da campanha, lançada nas redes sociais com a hashtag #OBrasilSeraRoxo, a agência conseguiu firmar parceria com cientistas do Amazonas, Rondônia e Amapá para compor o banco de pesquisadores.

Os cientistas dos estados destacados em lilás, interessados em falar com a imprensa sobre a Covid-19 e seus impactos, devem encaminhar nome, instituição, assunto do estudo e telefone para o email bori@abori.com.br.