Covid-19: 635 vítimas fatais na Paraíba tinham diabetes; 605 eram hipertensos

Hematológica (11), doenças do aparelho digestivo (4) e o transtorno mental (8) são as doenças com menor número de vítimas

Os fatores de riscos associados, chamados comorbidades, que mais foram diagnosticados nas vítimas fatais do novo coronavírus na Paraíba são: diabetes mellitus, hipertensão e cardiopatia. As informações estão no portal Dados Epidemiológicos Covid-19 Paraíba, do Governo do Estado, conforme atualização desta terça-feira (4).

Quadros de diabetes mellitus foram as principais comorbidades associada aos óbitos investigados, ao todo são 653. Em segundo lugar vêm os hipertensos, com 607 no total de mortos e os cardiopatas representam 415 dos óbitos.

Outras comorbidades, doenças neurológicas (129), doenças respiratórias (118), obesidade (115), casos renais (104) somam mais de 100 vítimas fatais. Entre as mortes, que foram diagnosticados fatores de riscos associados, em menor números estão a doença hematológica (11), as doenças do aparelho digestivo (4) e o transtorno mental (8).

No geral as comorbidades na Paraíba apontam 2.413 mortes, número maior que o atual de óbitos registrados, que é 1.901. Isso acontece devido a alguns pacientes apresentarem mais de uma doença, ou seja, um paciente poder ser hipertenso e cardiopata, e são contabilizados de formas separadas no painel.

Comente