- Publicidade -
Cotidiano

Corpo de Dom José Maria Pires é velado na Basílica, em João Pessoa

O corpo do arcebispo emérito Dom José Maria Pires já se encontra sendo velado na Basílica de Nossa Senhora das Neves, em João Pessoa. Dom José morreu no último domingo (27), aos 98 anos, em Belo Horizonte, onde passava por tratamento de uma pneumonia.

- Continua depois da publicidade -

De acordo com informações, por fazer parte da Comissão Pastoral da Terra (CPT), o deputado estadual Frei Anastácio, irá celebrar a primeira missa do dia, às 10h.

O velório vai se estender por toda esta terça-feira (29), com enterro previsto para as 17h, na própria Basílica, após a celebração da missa de corpo presente, programada para começar às 16h e celebrada pelo arcebispo Dom Delson. As informações são do WSCom.

Dom José Maria Pires morreu, aos 98 anos, em Belo Horizonte. Ele estava internado em um hospital para o tratamento de uma pneumonia. O religioso foi levado para a unidade de saúde após participar de uma celebração. Por conta disso, de acordo com a Arquidiocese, a Igreja considera que ele faleceu trabalhando.

“A igreja perde, neste domingo em que comemoramos o Dia do Catequista, um grande pastor. Dom José foi um dos catequistas mais ativos e humildes à frente do seu rebanho, e que soube impor a sua voz, sempre que necessário, em defesa dos menos favorecidos. O ‘Dom Pelé’, como ficou carinhosamente conhecido, faz a sua passagem deixando em nós o exemplo de como ser Igreja, de como estar à frente do Povo de Deus. Descanse em paz, Dom José! Temos a certeza de que, crentes na ressurreição, ao lado do Pai, o senhor agora vai abençoar do Céu todos os que fazem a Arquidiocese da Paraíba”, disse comovido o Arcebispo Metropolitano da Paraíba, Dom Manoel Delson.

Dom José Maria Pires foi um símbolo da resistência ao governo militar, na Paraíba, durante durante a sua administração pastoral. Ele nasceu em Conceição do Mato Dentro, em Minas Gerais, em 15 de março de 1919 e foi o quarto arcebispo da Paraíba. O arcebispo emérito entrou no seminário aos 14 anos e ordenou-se padre aos 22 anos, em Diamantina. Sua ordenação a bispo veio em 1957, e a arcebispo, em 1966. Ele renunciou ao cargo em 1995, a partir de quando passou a figurar como arcebispo emérito.

Curiosamente, dom José Maria Pires faleceu exatamente no mesmo dia e mês do arcebispo emérito de Olinda e Recife, dom Helder Câmara. Assim como Pires, Câmara foi símbolo de resistência durante o regime militar. Ambos se posicionavam frontalmente contra os casos de torturas e prisões arbitrárias registradas durante a ditadura. Dom Helder faleceu em 1999, então com 90 anos de idade.

Em março deste ano, o governador Ricardo Coutinho (PSB) anunciou a disposição de dar o nome do arcebispo emérito ao Hospital Metropolitano, em construção em Santa Rita. Ele é o segundo arcebispo emérito da Paraíba falecido neste ano. O outro foi dom Marcelo Cavaleira. As informações são do blog de Suetoni Souto Maior.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Fechar
Fechar