Coronavírus: protesto pela reabertura do comércio reúne três manifestantes no Recife

(Foto: Secretária de Defesa-PE)

A carreata que estava programada para a manhã desta segunda-feira (30), no Recife, não aconteceu.

Apenas três pessoas, uma delas enrolada em uma bandeira do Brasil, estiveram no centro da cidade para protestar contra as medidas restritivas de enfrentamento ao coronavírus. Não havia carros.

Na sexta-feira, em coletiva, o secretário de Saúde de Pernambuco, André longo, havia informado que o governo estadual iria atuar para inibir o que classificou de “carreata da morte”.

Viaturas da PM-PE (Polícia Militar de Pernambuco), do Detran-PE (Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco) e da CTTU (Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife) foram deslocadas para o Marco Zero, local previsto para o início da carreata.

A convocação para o ato, sem assinatura de qualquer movimento, circulou nas redes sociais. O MPPE (Ministério Público de Pernambuco) comunicou na semana passada que iria acionar autoridades para que medidas fossem tomadas contra a manifestação.

Decreto do governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), proíbe eventos públicos e privados no estado para evitar aglomerações. Só estão autorizadas reuniões que não ultrapassem o número de dez participantes. As informações são da Folha.

Comente