Coronavírus: China utiliza robôs para atender pacientes em quarentena

A China está utilizando robôs para ajudar no atendimento a pessoas em quarentena por conta do coronavírus. Na última segunda-feira (27), a agência de notícias oficial do governo chinês divulgou imagens do robô Little Peanut (Amendoim, em português) entregando comida pelos corredores de um hotel em Hangzhou, ao leste do país, onde mais de 200 pessoas estão isoladas. A ideia é impedir ao máximo o contato entre as pessoas para evitar o contágio, a exemplo dos atendimentos remotos que utilizam as novas antenas 5G instaladas pela Huawei.

No vídeo, a máquina cumprimenta os pacientes, entrega a comida e avisa que qualquer problema deve ser comunicado pelo WeChat, aplicativo de mensagens mais popular da região.

Segundo uma fonte do Partido Comunista Chinês ouvida pelo jornal britânico Dailymail, há 16 robôs distribuídos no hotel. Cada um fica responsável por um andar do prédio para auxiliar na entrega de comida para os pacientes em observação. As máquinas são programadas para percorrer uma determinada rota: sabem onde ir, onde parar e em que momento devem reproduzir o som avisando sobre o serviço.

Nas imagens aparecem pessoas que chegaram à China em um voo vindo da Singapura e foram levadas ao isolamento após pelo menos dois passageiros apresentarem febre durante o trajeto. Ainda não se sabe se a infecção pelo coronavírus foi confirmada. Confira o vídeo na íntegra abaixo:

Comente