Construtora pede à Justiça o bloqueio das contas da PMCG para quitar dívidas

Um credor da Prefeitura Municipal de Campina Grande, comandada por Romero Rodrigues (PSD) desde 2014, entrou com uma ação na justiça pedido o bloqueio de contas do município e de repasses de recursos federais até a quitação da dívida.

O pedido foi feito pelo advogado Antonio Augusto Pires Brandão, do Distrito Federal, que representa a empresa EGL ENGENHARIA LTDA. Na peça, o advogado lembrou que o débito entre Romero e a empresa é decorrente de contatos de 2014.

“Ou seja, tal fato é ainda mais grave, já que não há dúvidas de que o Município de Campina Grande-PB está se esquivando de uma dívida confessa”, observou.

O documento aponta ainda para o fato de que a gestão Romero tem acumulado diversos calotes em credores, o que gerou “em uma caótica situação de inadimplência do município”. De acordo com o advogado, até mesmo trabalhadores terceirizados estariam sem receber.

O bloqueio das contas e dos repasses, de acordo com a peça, é justificada pelo “temor de que o Município de Campina Grande-PB deixe de efetuar o pagamento da dívida em questão, uma vez que a parte ré vem cumprindo apenas alguns dos contratos firmados”.

Confira o documento: