- Publicidade -
Cotidiano

Conselheiro tutelar de Soledade é investigado por praticar abuso sexual contra menor de idade

Um conselheiro tutelar da cidade de Soledade (PB) está sendo investigado por ter supostamente abusado sexualmente de uma adolescente nas dependências do Conselho Tutelar do município, que fica localizado no curimataú paraibano.
As informações dão conta de que o crime teria ocorrido há cerca de um ano. Nos grupos de WhatsApp da região, tem circulado a cópia de uma ata registrando o fato, e comentários de há indícios de prevaricação por parte dos demais membros do Conselho Tutelar de Soledade.
Pelo que o Paraíba Já conseguiu apurar, o suposto crise de abuso sexual está chocando a população, uma vez que os conselheiro tutelar tem como principal função proteger os menores de idade.
“Circula na cidade a boca miúda que o caso foi parar na Delegacia de Polícia Civil, onde foi aberto um inquérito policial para apurar os fatos graves ocorrido em aqui em Soledade”, disse ao Paraíba Já, por telefone, um morador da cidade, que pediu para ter sua identidade preservada.
Ele disse ainda que todo o suposto crime teria começado quando a menor foi fazer uma denúncia no Conselho Tutelar, e o suspeito que é conselheiro, teria mostrado um prestativo a menor e em seguida praticado o ato sexual abusivo no banheiro da casa onde funciona o Conselho.
“É provável que este conselheiro tenha usado da influência do cargo para abusar de outras adolescentes na cidade, que buscavam ajuda. Eu acredito que tudo está sendo investigado pela Polícia Civil de Soledade”, declarou a fonte, que preferiu não revelar o nome do suspeito.

- Continua depois da publicidade -

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar