Confira nove dicas para administrar as finanças domésticas

Quem vive de salário, sabe muito bem a corda bamba que precisamos equilibrar todos os dias para pagar as contas, sendo assim, ter boas ideias para administrar as finanças domésticas é uma boa para analisarmos vários detalhes a fim de economizar no final do mês.

Você pode e deve comprar algo que seja caro, mas extremamente necessário para sua casa, se houver um bom planejamento financeiro, e nestas horas, o Black Friday se torna uma excelente opção para suas compras. Devemos aproveitar as promoções e comprar o que desejamos por ótimos preços. Vamos ver agora algumas dicas para melhorar suas finanças domésticas.

Dica um: faça uma planilha de gastos

Uma planilha de gastos te ajudará a ter uma visão mais detalhada de quanto entra e quanto sai de sua conta bancária todos os meses. Procure economizar o máximo que puder em suas contas, tais como água, luz, telefone, internet e outras.

Dica dois: pense em suas dívidas

Para quitar suas dívidas, pense bem para não comprometer sua renda fixa. Evite pagar prestações que não caibam em seu bolso. Realmente vale a pena colocar tudo na calculadora e preparar um plano financeiro para quitar seus débitos. Procure os seus credores para negociar as taxas de juros.

Dica três: comece a guardar dinheiro

Depois que quitar suas dívidas, procure um reequilíbrio financeiro colocando pelo menos 10% de seu salário em uma poupança ou qualquer outro investimento. É uma atitude inteligente que te ajudará a formar um fundo de emergência.

Dica quatro: tenha inteligência para usar o cartão de crédito

Tenha um cartão de crédito, mas saiba usá-lo com critério. É uma atitude mais do que importante tê-lo, mas faça compras que tenha condições de pagá-las, caso contrário, entrará no rotativo e suas finanças estarão em má situação.

Dica cinco: cuidado com os empréstimos

Caso precise de um empréstimo, todo cuidado é pouco. Faça as contas com todo critério e procure pagá-lo no menor prazo possível. Esta solução para suas dívidas pode ser um tiro no pé.

Dica seis: pense em sua aposentadoria

Pensar na aposentadoria é um passo importante também. Se você é novo e está na ativa, procure pagar o INSS todos os meses religiosamente a fim de evitar problemas quando chegar na terceira idade. Se você está mais velho, procure ter aplicações bancárias que te ajudem a garantir uma certa tranquilidade até o final da sua vida.

Dica sete: tenha disciplina financeira

Esta talvez seja a dica mais importante de todas. A disciplina faz toda a diferença. Evite gastos supérfluos e terá uma maior tranquilidade. Evite gastar mais do que arrecada.

Dica oito: estabeleça objetivos

Estabelecer objetivos financeiros é importante. Há investimentos muito simples no mercado, sendo assim, use o tesouro direto, por exemplo – com aplicação para os próximos anos e evite sacar o dinheiro.

Dica nove: leia tudo sobre investimento

Leia o máximo possível a respeito de investimentos (vídeos, artigos, podcasts, enfim, de tudo um pouco na internet, ou fale com especialistas) e terá todas as condições de guardar dinheiro para os filhos e netos. Tenha uma casa ou carro que em caso de necessidade possa abrir mão de um deles para garantir um futuro melhor.

Comente