Conde é segundo colocado no Selo Social “Prefeitura Parceira das Mulheres”

O município de Conde foi o segundo colocado dentre os 50 municípios contemplados pelo Selo Social “Prefeitura Parceira das Mulheres”, promovido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Mulher e Diversidade Humana (Semdh) e a Secretaria de Articulação Municipal (Sedam) em parceria com a Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup). O resultado foi divulgado na noite da última quinta-feira, dia 27 de fevereiro e a premiação acontecerá no dia 12 de março.

O Selo Social teve como principal objetivo, estimular as políticas públicas destinadas à promoção dos direitos das mulheres e equidades de gênero. No Conde, a Coordenadoria das Mulheres já desenvolve desde 2017 um trabalho inédito no município com práticas inovadoras e fortalecendo o empoderamento feminino na região. O resultado são mulheres atendidas por programas como o Empreender Mulher e os espaços de oficinas e lazer que a Casa de maria oferece gratuitamente para as mulheres de Conde.

A Coordenadora de Mulheres, Jacyara Costa, comemorou a conquista do Selo Social. “É uma alegria imensa que nossa cidade tenha sido contemplada com este selo. Nos inscrevemos e nos comprometemos em desenvolver diversas políticas públicas específicas para as mulheres em todas as áreas propostas. O ponto determinante para a premiação do Conde foi o município possuir um OPM (Órgão de Políticas Públicas Para as Mulheres), com profissionais qualificados, como também o Conselho das Mulheres e as equipes que compõe a gestão municipal e que passa dos 50% de mulheres nos cargos de Secretárias e Coordenadoras. Esta premiação mostra que estamos no caminho certo na promoção de ações voltadas para as mulheres de Conde”, disse.

Além da Coordenadoria das Mulheres, outras Secretarias, Coordenadorias e Projetos desenvolvidos pela gestão municipal também foram inseridos no contexto de avaliação das diretrizes que premiaram o município com o Selo, como o Programa Municipal de Economia Criativa (CASULO), as ações de fomento ao Empreendedorismo Feminino com o Empreender Mulher, os grupos de Zumba, ligados a Secretaria de Assistência Social e Trabalho, o trabalho da Casa de Maria, ligada a Secretaria de Saúde, entre outras Secretarias e Coordenadorias que foram parceiras em todo o processo de avaliação.

As diretrizes avaliadas foram: Saúde integral das Mulheres, Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos; Fortalecimento e participação das mulheres nos espaços de poder e decisão; Empreendedorismo, autonomia econômica, desenvolvimento sustentável com igualdade social; Enfrentamento de todas as formas de violência contra as mulheres e Promoção e apoio a arte e cultura produzida e desenvolvida pelas mulheres.

Comente