Publicidade
Esportes

Com um a mais, Botafogo-PB perde para o Londrina e se complica na Copa do Brasil

Na noite desta quarta-feira (13), o Botafogo-PB recebeu o Londrina pela partida da ida da terceira fase da Copa do Brasil de 2019. Mesmo com um homem a mais por mais de 60 minutos, o Belo teve muita dificuldade na criação das jogadas e falhou pontualmente na defesa. A derrota por 2 a 0 deixa a situação muito difícil para  a classificação na competição.

Com todos os titulares, o time da Maravilha do Contorno tentou exercer uma pressão inicial, mas o Tubarão parou muitas jogadas com faltas e antes dos dez minutos já havia recebido dois cartões amarelos.

Aos 11 minutos, Marcos Aurélio cobrou falta pela esquerda e Willian Goiano entrou sozinho na área, mas não conseguiu desviar o suficiente para marcar, e Alan acabou fazendo a defesa.

Dois minutos depois, o árbitro marcou falta na intermediária e Marcos Aurélio foi para a bola. Com o pé calibrado, o camisa 10 bateu colocada, e a pelota passou raspando o travessão do arqueiro paranaense.

Os adversários assustaram aos 16 minutos, quando Marcinho cruzou na área e Augusto cabeceou sem marcação, mas mandou pela direita da trave de Saulo, assustando o público no Almeidão.

Com muitos cartões amarelos no início de jogo, o primeiro vermelho também saiu cedo. Rômulo, que já tinha sido advertido, tentou atrasar uma cobrança de falta no meio campo, aos 28 minutos, e acabou indo para o chuveiro mais cedo, e o Belo ficou com um a mais em campo.

O Botafogo-PB tentava pressionar e em rebote de cobrança de escanteio, aos 33 minutos, Marcos Aurélio pegou na entrada da área, que se livrou da marcação e soltou a bomba, mas a bola foi ao lado direita do gol de Alan.

Depois de boa triangulação, Clayton foi derrubado na meia-lua da grande área e o árbitro marcou falta. Marcos Aurélio foi para a bola e mandou no canto esquerdo do goleiro do Londrina, mas a bola passou tirando tinta do poste.

Antes do intervalo, o Belo cobrou escanteio aos 46 minutos e Alan fez a defesa. Vendo Saulo quase no círculo central, o arqueiro paranaense tentou chutar direto no gol, mas o camisa 1 do Bota-PB conseguiu dominar sem perigo.

Segundo tempo

Mesmo com um a menos, na segunda etapa o Londrina saiu no chutão aos 2 minutos, Marcelinho avançou em muita velocidade pela direita, cortou para o centro e bateu de pé esquerdo, no canto esquerdo de Saulo, para abrir o placar no Almeidão.

Com dificuldades para infiltrar na defesa bastante compactada do Londrina, o Botafogo-PB só assustou aos 13 minutos, quando Fábio Alves cruzou da esquerda, Marcos Aurélio dominou, girou e bateu de pé direito, mas a bola explodiu no travessão de Alan.

Depois que Alemão tirou Uelber para colocar Marcondes, o Tubarão não queria saber da bola. Quem quer que pegasse a pelota na defesa, dava chutão para frente, onde não tinha ninguém, e apenas devolvia a bola para o Botafogo-PB, enquanto se fechava em duas linhas, com os nove jogadores em um espaço menor que 20 metros na frente na sua área defensiva.

A missão era difícil, e apenas as individualidades poderiam resolver para o Belo. Aos 37, Marcos Aurélio mandou uma bomba do meio da rua e ia mandar no ângulo de Alan, mas o arqueiro resvalou com a ponta dos dedos para evitar o empate.

Sem conseguir se organizar para empatar, o Belo sofreu o castigo. Aos 40, Felipe Vieira avançou pela esquerda, ganhou a dividida com Lula e bateu no canto direito de Saulo. A bola bateu nas duas traves e morreu no fundo das redes.

Com o revés, o Botafogo-PB agora tem missão difícil para buscar a classificação. Para avançar, tem que vencer por três gols de diferença a partida do dia 3 de abril no Estádio do Café, ou por dois para levar a decisão para as penalidades. Qualquer vitória, empate ou derrota por até um gol de diferença deixa a vaga com o Londrina.

Ficha técnica

Botafogo-PB 0 x 2 Londrina

Copa do Brasil de 2019 (3ª fase – jogo de ida)
Estádio: Almeidão (João Pessoa)

Arbitragem: Igor Júnior Benevenuto (MG); Felipe Alan Costa (MG) e Ricardo Júnior de Souza (MG)

Cartões amarelos: Nando, Rogério, Clayton (B); Rômulo, Raí Ramos, Augusto, Felipe Vieira, Alan, Anderson Oliveira (L)
Cartão vermelho: Rômulo (L)
Gols: Marcelinho, Felipe Vieira (L)

Botafogo-PB: Saulo, Roniery, Lula, Willian Goiano, Fábio Alves; Rogério, Marcos Vinicius, Clayton, Marcos Aurélio; Dico (Adalgiso Pitbull) e Nando. Técnico: Evaristo Piza.

Londrina-PR: Alan, Raí Ramos, Augusto, Silvio, Felipe Oliveira; Romulo, Germano, Marcinho (Anderson Leite); Uelber, Anderson Oliveira, Marcelinho (Miuller). Técnico: Alemão.

Fonte: Voz da Torcida

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar